Importadores têm a maior parte da propriedade intelectual relacionada ao café

Os EUA contam com 10 mil patentes no segmento, enquanto o Brasil tem cerca de 60.

Em desenho industrial, para também agregar valor ao produto, o Brasil não tem patente, enquanto os EUA tem mais de 400, a Suíça conta com cerca de 300 e a Itália registra em torno de 200.

Mais de 90% de todas as patentes relacionadas ao café estão concentradas nos segmentos de transformação do grão e de distribuição final.

Nessa história, quem menos ganha é o produtor, não importa em qual país esteja.

0 respostas

Deixe uma resposta

Inicie um fórum de discussão!
Sinta-se a vontade para contribuir! Não esqueça, deixe-nos seu Nome: Email: e DDD+Telefone:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *