Receita vai agilizar entregas de encomendas do exterior pelos Correios

Compras recebidas por pessoas físicas estão sujeitas ao imposto de importação de 60%, mais o ICMS, dependendo do estado. Encomendas de pessoa física para pessoa física são isentas se não ultrapassarem US$ 50. Ou seja, nada muda na alíquota de importação. A diferença é que agora você poderá importar mercadorias acima de US$ 3 mil diretamente pelos Correios; isso não era permitido até então.

A expectativa é que o sistema entre em plena operação ao longo dos próximos seis meses. Hoje, o desembaraço das encomendas é feito manualmente — são cerca de 200 mil volumes recebidos no Brasil por dia.

0 respostas

Deixe uma resposta

Inicie um fórum de discussão!
Sinta-se a vontade para contribuir! Não esqueça, deixe-nos seu Nome: Email: e DDD+Telefone:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *